Posts Recentes

Saiba por que a batata doce é a queridinha dos atletas


Na semana passada, ganhamos legumes biológicos da nossa querida paciente, D. Maria Conceição Rodrigues, entre os quais a batata doce. Tão saudáveis que fizemos questão de fotografá-las assim, acabadinhas de sair da terra. A batata doce é uma opção de carboidrato melhor do que a batata inglesa, pois tem um baixo índice glicêmico. Isso que dizer que libera glicose no sangue de forma mais lenta. Todo carboidrato que ingerimos vira glicose (açúcar), por isso esse controle é fundamental na prevenção do diabetes e na dieta alimentar de quem já é diabético.


Uma vez que a glicose resultante da batata doce é liberada lentamente, a insulina - responsável por levar a glicose do sangue para dentro da célula - se mantém numa produção ótima. Ao contrário da batata inglesa, do arroz e da farinha branca, presente nos pães, bolos e biscoitos que, por terem um alto índice glicêmico provocam aumento rápido da glicose no sangue e em consequência aumentam a produção de insulina no corpo. É a insulina que vai retirar o excesso de açúcar do sangue e armazenar sob forma de gordura na zona da cintura e do abdómen.


Os atletas e os praticantes de musculação conhecem bem o valor da batata doce. Ela é considerada o carboidrato perfeito para ser consumido junto com a proteína e vai auxiliar muito na queima de gordura e no ganho da massa muscular. A batata doce também é rica em fibras excelente para o funcionamento do intestino e para uma boa digestão. Vamos ter a sensação de saciedade mais prolongada também. E como se não bastasse tanta coisa boa, ainda encontramos na batata doce boas fontes de vitaminas, como A, B e C e altos índices de sais minerais, como fósforo, ferro, cálcio e potássio.


A batata doce é apreciada de maneira variada, dependendo do país ou região. No Nordeste do Brasil, por exemplo, come-se muita batata doce ao pequeno almoço, sendo cozida com a casca em água ou no vapor sempre. Em Angola, a batata doce cozida é um dos acompanhamentos do Mufete, um prato tradicional da culinária angolana que tem como ingrediente principal o carapau grelhado. Ela também pode ser consumida assada na brasa, no forno, acompanhada de peixe ou carne grelhados ou mesmo adicionadas ao guisados e cozidos ou pura. É uma maravilha!



Siga
Nenhum tag.
Procurar por tags
Arquivo
  • Facebook Basic Square

Olá, sejam bem-vindos!