Posts Recentes

Como o nosso corpo transforma os alimentos que comemos em energia?


Para todas as reações que ocorrem no nosso corpo a nível celular e que permitem o funcionamento dos órgãos e, consequente a vida, é necessário energia. Esta energia é retirada dos alimentos que ingerimos, mas para isso é preciso que sejam degradados em moléculas cada vez menores. Só assim serão capazes de atravessar a parede do intestino e serem aproveitados pelas nossas células.


Todo este mecanismo envolve órgãos como a boca, o esófago, a faringe, o estômago, o intestino delgado e grosso, que fazem parte do trato gastrointestinal, além de outras estruturas acessórias, porém não menos importantes, como o fígado, a vesícula biliar e o pâncreas. A este conjunto chamamos de aparelho digestivo, sistema que responde pelo nosso processo da digestão.


Sabemos basicamente o que é a digestão, mas nunca pensamos na complexidade que envolve o processo de transformar um alimento em nutriente. A digestão envolve processos quimicos e mecânicos e começa logo que ingerimos o alimento através da boca até a etapa final onde serão absorvidos e utilizados.


A digestão química ocorre a partir de uma série de reações que degradam as moléculas dos carboidratos, dos lipídios e das proteínas, transformando-as em moléculas utilizáveis pelas nossas células. Já a digestão mecânica consiste em movimentos que vão auxiliar a digestão química como, por exemplo, a mastigação pelos dentes, a trituração pelo músculo liso e pelo estômago e os movimentos peristálticos que são involuntários.


A absorção consiste na passagem dos nutrientes- retirados dos alimentos que foram degradados- do trato digestivo para o sangue ou linfa de onde serão distribuídos para as células.


Por fim, temos a defecação ou excreção que consiste na eliminação dos resíduos resultantes do processo de digestão e consequentemente o esvaziamento do reto e do canal anal.

#OCORPOHUMANO

Siga
Nenhum tag.
Procurar por tags
Arquivo
  • Facebook Basic Square

Olá, sejam bem-vindos!