Posts Recentes

Digestão: tudo começa na boca

A frase "a digestão começa na boca" é clássica, mas por que será? Primeiro por que a boca é a primeira estrutura do tubo gastrointestinal, formado ainda pela faringe, esófago, estômago, intestino delgado e grosso. Segundo, por que é mesmo na boca que o processo digestivo se inicia, seja a digestão química, seja a auxiliar ou mecânica. A boca é formada pela bochecha, pelos lábios, pela língua, dentes e pelos palatos, popularmente conhecidos como céu da boca.


Fixados nos maxilares e na mandibula, os dentes se projetam na boca e cumpre um processo que chamamos de mastigação, primeira etapa da digestão mecânica. Daí a importância de tê-los sempre em bom estado. Os que estão na linha de frente da boca são os incisivos(4) e foram feitos para cortar o alimento. Já os caninos(2) que são mais pontiagudos perfuram e rasgam os alimentos. Os molares (6) e pré-molares (4), que ficam na parte de trás, vão tratar de amassá-los ou triturá-los.


Um dente típico consiste de três porções principais: coroa, raiz e colo. Além disso são compostos por dentina e recobertos por esmalte, considerada a substância mais dura que temos no nosso corpo. Ao longo da vida temos duas dentições: a decídua formada por 20 dentes que surgem a partir dos 6 meses e caem dos 6 aos 12 anos e a permanente formada por 32 dentes.


Com a língua, que está apoiada no soalho da cavidade bucal, empurramos o alimento de um lado para outro das bochechas enquanto os mastigamos com os dentes. Este movimento, só é possível porque ela é formada por músculos esqueléticos. Esqueléticos por que realizam movimentos voluntários, ou seja sob o nosso comando. Sim, a nossa língua é puro músculo e são eles que possibilitam o movimento. Além disso, é revestida por uma túnica mucosa.


A cavidade da boca se comunica com a parte oral da faringe através da fauce conhecida como garganta. Imediatamente atrás desta, estão as amígdalas palatinas. A parte de cima ou dorso da língua bem como as suas margens são revertidas pelas papilas que podem conter botões gustativos.


Na boca temos a saliva, um líquido que possui funções digestivas, lubrificantes e protetoras. A saliva é secretada por um grupo de glândulas salivares denominadas de parótida, submandibular e sublingual. O líquido salivar, formado por 99,5% de água, é despejado em ductos que se esvaziam na cavidade bucal. Além de água em abundância, a saliva é composta também por proteínas enzimáticas e solutos como nitrogênio, enxofre, potássio, sódio, cloro, cálcio, magnésio, ácido úrico e ácido cítrico.



Na sua função digestiva, a saliva cumpre a tarefa de dissolver e lubrificar os alimentos, além de iniciar a digestão química dos carboidratos que como alimento se apresentam na forma de açúcar ou amido (polissacarídeos). Esta ação é feita especificamente pela ptialina ou amilase salivar, uma enzima que vai quebrar as moléculas do amido e do açúcar (polissacarídeos), transformando-as em maltose ou monossacarídeos.


É importante você saber que os polissacarídeos não podem ser absorvidos pela corrente sanguínea e que por isso os polissacarídeos precisam ser transformados em monossacarídeos. A primeir fase da digestão quimica deve ser bem cumprida uma vez que ptialina, ativada na boca onde o pH é neutro, ao chegar no estomago, cerca de uma hora depois, é inibida por causa da acidez do suco gástrico. Mastigar bem os alimentos, permite que os carboidratos sejam envolvidos e degradados pela ptialina. Se engolirmos os alimentos apressadamente interferimos negativamente no processo de digestão.


Quanto de saliva produzimos por dia? Geralmente entre um a dois litros. A quantidade disponível será sempre maior quando ingerimos algum alimento. Isto por que quando vemos, cheiramos ou saborear um alimento levamos ao cérebro, mais precisamente ao sistema nervoso, a informação de que que é necessário enviar um comando as glândulas salivares para que produzam mais saliva. É por isso que ficamos, literalmente, com “água na boca”.





Como o nosso corpo transforma os alimentos que comemos em energia?


Siga
Nenhum tag.
Procurar por tags
Arquivo
  • Facebook Basic Square

Olá, sejam bem-vindos!